sábado, 19 de setembro de 2009

Hoje aconteceu-me uma coisa muito estranha...

Estava a trabalhar e tinha uma visita guiada.

Como de costume, enquanto as pessoas viam o filme fui dando umas olhadelas nos apontamentos para relembrar as coisas.

Depois do filme fomos para o 2º andar para começar a visita. Coloquei-me no local do costume e aguardei. Acho que estava à espera que alguém falasse. Depois é que me dei conta de que estavam a olhar para mim, à espera que eu falasse...

Respirei fundo e lá comecei. Com a sensação que não sabia o que dizer. Nunca tal me tinha acontecido.

Entretanto as crianças que estavam com os pais começaram a ficar impacientes. Cada vez era mais difícil atrair as atenções para o que queria falar e mostrar. Mas lá fui tentando, falando apenas das coisas que me pareciam mais importantes.

No fim disseram-me que tinha estado muito melhor do que da última vez. Estranho, não era nada disso que eu estava a sentir.

Agora, pensando bem nisso, acho que estava descontraída, as coisas saíam fluídas... Como se a história fizesse parte da minha própria história.

Estou feliz por ter sido elogiada, por me dizerem que estava a fazer um bom trabalho.

É por estas razões que gosto de trabalhar aqui. Pelo contacto com diferentes pessoas e pela possibilidade que me dão, todos os dias, de crescer como pessoa.
Obrigada às minhas amigas e colegas da Casa-Museu! Por me ensinarem tantas coisas. Por me ajudarem a crescer e a ser uma pessoa melhor. Com mais paciência e mais compreensão.

2 comentários:

Teresa Ponte disse...

Aqueles dedinhos são mesmo teus!
:)

Saudades mana

O Cantinho da Mimi disse...

Olá ;)

Dá uma espreitadela no meu blog ;p
www.ocantinhodamimi.blogspot.com

Beijos*